quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Coisa de Homem

Mulher de amigo meu pra mim é homem!
Máxima que aprendi com meu pai. Com mulher de amigo não se mexe. Questão de honra. Fale mal dos outros, seja mal-educado, não respeite os mais velhos, mate, roube, não ame a Deus sobre todas as coisas, mas... nunca, nunca deseje a mulher de um amigo.
Nunca fiz isso em toda minha vida. Nunca. Quando um amigo me apresenta sua namorada ou esposa, pra mim é como se ela fosse um macho barbudo. Pensar em algo íntimo me causa repugnância.
Mesmo quando é ela. Mesmo quando é aquela desgraçada. Mesmo quando me lembro daqueles olhos negros profundos e perturbadores. Mesmo quando vejo em minha frente aquela boca úmida, repelta de desejos e promessas proibidas. Mesmo quando ela surge com aquele perfume e faz com que todo o resto da existência não seja mais que um simples sopro. Mesmo quando ela diz meu nome com aquela voz que se prolonga meus sonhos adentro. Mesmo quando ela passa e me viro pra observar seu caminhar em movimentos bamboleantes.
Juro, nem olho pra mulher de amigo meu! Mesmo quando é aquela vagabunda. Que me diz com olhos doces coisas que uma boca nunca usaria dizer. Que me nocauteia com seu silêncio cheio de insinuações e convites. Que não olha pra mim enquanto sinto sua atração por mim me queimando em brasas. Nunca, nunca a desejei. Nem mesmo a olhei, juro por Deus.
É...
Mulher de amigo meu pra mim é homem! E nessas horas eu sou viado!

14 comentários:

 jefferson p. disse...

Moacir, pra ocê vê! até para ser "viado" tem hora! rsrs

abrç

BABI SOLER disse...

hum,hum..
vc e mil e outros da sua espécie concordam que mulher de amigo é homem...será?

Jéssica disse...

Eu admiro quem consegue administrar mais de um blog... e com propriedade. Palavra que eu tentei, criei um segundo, mas não fui capaz de manter.
Um beijo e boa noite*.*

Mary disse...

Eu sabia que todo homem tem seu lado viado! Você escreveu sobre uma situação, mas com certeza devem existir outras (não apenas com você, claro). hohoho :P

Ótimo texto!

Beijos

Juliana Pestana disse...

ahahahaha...
Mto bom, meu caro.
Cada vez mais gostoso vir te ver por aqui.

bjos meus.

Fernanda Passos disse...

kkkkkkkkkkk
muito bom.
texto bem escrito e com uma leveza que me fez sorrir.
amei.

Saramar disse...

rssssssssssss....
Muito bom!
Adoro raposas olhando uvas.

beijos

Ana Carolina Neves disse...

Hahaha :)..Ai Moacir...amei o texto. Cheguei aqui meio de mansinho...e já adorei o lugar! Parabéns pelo blog..
Um bjo!!

Lady Cronopio disse...

Quanta prosa!!!!
Amei.
Beijos

IsaBellinha disse...

Hum, bom, gostei mesmo! :D

SACANITAS disse...

pior eh o caso dela, qdo se liga que escolheu o amigo errado... tsc

beijoooo

Lua Durand disse...

[sorriso]

todos nós temos um "amor" assim.

beijos

au revoir

Claudia Perotti disse...

hahahahahaha
amei!

Agradeço-te a visita!
Fico por aqui espreitando mais um pouco das tuas letras.

Beijinhosssss

Hipacia disse...

... olha, tenho que confessar que seus textos são todos ótimos, prendem mesmo, inclusive este. Mas não gostei do final. Não combina com o tom do texto. Minha opinião, desculpe.
Até mais!

Arquivo do blog