quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Reflexão

Eu disse a ele!
Não vem com essa história não! Nada é tão definitivo que não possa ser desfeito. Basta a gente querer. E mais que isso, tomar uma atitude. Umazinha só!
E ele me veio novamente com aquele papo de filho-responsabilidade-pai-mãe-sociedade-quando-der-eu-resolvo...
Mas na hora de meter a vara na minha bocetinha ele esquece isso tudo, né???
Sei!

9 comentários:

Maria Dias disse...

Rapaz que conversa é essa?rs...Cheguei no meio de um assunto de família???Ah me desculpe a invasão!

Lomyne disse...

Oi, moço. Passei só para dizer que voltei a escrever. E de prosa te confesso que não te entendo... beijoca.

Lomyne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lomyne disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alex pinheiro disse...

E esquece mesmo! hahaha
Porra, isso é constrangedor,,, chega a doer! rs

Abraços e sociais invenções!

IsaBellinha disse...

Ahhhh é, como esqueçe, é incrivel, aliás, incrivel seria se não esquecesse... rs

:D

adoro!

Rafael disse...

uaauuahhuauhaa.
Não me posso!

Pavitra disse...


esquecer tbm é preciso, ora! rsrsrr

Pavitra disse...


mas, cara, fiquei curiosa com o marcador... cesped vesper...

eu sou curiosa mesmo, sorry... ehhee

Arquivo do blog