quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Ciúme

Maldito!
Pensa que é assim?
Vem, me tira da casa dos meus pais, me abusa, me lambuza e depois me troca por outra? Vagabundo! Isso é que não!
E aquela piranha? Acha que vai se safar tão facilmente? Pegando homem dos outros! Ha! Vai ter troco!
Amanhã mesmo vou entrar naquela casa! E vou rasgar um por um todos os lençóis. Vou tocar fogo no colchão. Não vai sobrar nada no ninho de amor dos dois pombinhos.
E eu vou ficar na porta vigiando. Se alguém quiser apagar o fogo, vai ter que me enfrentar primeiro. Rasgo na gilete quem vier!
A não ser que ele me queira como amante. Aí sim! Aí aquela cadela safada pode ficar com ele a vida inteira. O que eu quero não gasta não! Lavou, tá novo!

3 comentários:

Lidiane disse...

Ciúmes "o monstro dos olhos verdes"...

Beijos.

paula! disse...

uma das mais célebres frases dos últimos tempos: "lavou, tá novo!"

saudades! beijos!

Alex Pinheiro disse...

rs,,, o comentado "crime passional".
Pecado social fruto da ausência do "não",,, engraçado que não fomos feito para a derrota, a perda, a troca...

Nas bancas o "Manual para aceitar chifres" já! rs

Abraços e contemporâneas invenções!

Arquivo do blog