segunda-feira, 23 de abril de 2007

TÉDIO

O relógio parou...
Pra matar o tempo, suicidou-se.

4 comentários:

Adriádene Cavalcante disse...

I agree. The times sometimes drives me crazy. I love you, dear friend e big poet!

Caroline disse...

como que pode, em duas linhas.
como a poesia é forte, e agente, fraco.

Saramar disse...

rsssssssssss
...
Gostei do comentário da Caroline.

O poeta nunca pode ser escondido, pula todo prosa!

beijos

Van disse...

Genial! Adorei isso! Aliás, adorei muitas coisas por aqui. Ótimo blog. Virei sempre te ler.
Beijuca

Arquivo do blog